Fale Conosco pelo MSN ou Skype

 22 DE AGOSTO DE 2017

Email
HOME
QUEM SOMOS
Capacitação
Consultoria
PESQUISAS
NOTÍCIAS
Editorial
Destaques
Artigos / Entrevistas
Logística
Trânsito
Multimodalidade
Empresas
Comex - Mundo
Economia
Mercosul / Cone Sul
Tecnologia
Política
Legislação
Eventos e Cursos
Agência Intelog
ASSINE GRÁTIS
TODAS EDIÇÕES
INTELOG WIDGET
INTELOG TICKER
RSS
Entre em Contato
Tornar página inicial
Adicionar aos favoritos
Mapa do Portal
Recomendar
Imprimir esta página
Translate This Page

  Tempo



 

  Ferramentas

Calcule o tempo e as rotas para sua viagem
Show My Street - Passeio virtual pelas ruas do mundo
Flightradar 24 - Tráfego Aéreo em Tempo Real
Dados e Informações de Todos os Países do Mundo - IBGE
Veja a hora em tempo real no mundo todo - TimeTicker.com
Leia jornais de todo o planeta - Newseum.org

  22/08/2017   Bloqueio parcial na BR 386 prejudica mobilidade e provoca reclamações - Com recursos escassos, Dnit não tem prazo para início das obras.     21/08/2017   Começa a dragagem do rio Madeira - Em cinco anos, devem ser investidos R$ 68,7 milhões nas operações para remoção de sedimentos na hidrovia.     21/08/2017   Denatran regulamenta emissão da CNH eletrônica - CNH-e possuirá mesmo valor jurídico do documento impresso.     21/08/2017   Investimento federal em rodovias não chega a 0,5% do PIB - Além de serem insuficientes para solucionar todos os gargalos, os recursos vêm...     21/08/2017   ANTT altera cronograma de instalação da tag eletrônica nos caminhões - Implantação obrigatória do dispositivo, que começaria em setembro ...     21/08/2017   Surpreendente novo capítulo da saga dos ônibus limpos da cidade de São Paulo - Como todos já sabem, o Vereador Milton Leite, Presidente d...     21/08/2017   Campanha Acorda Motorista será realizada em Orlândia, nos dias 23 e 24 de agosto, alertando os motoristas sobre sonolência - Com o objeti...     21/08/2017   Jacareí Rugby se mantém na liderança do Super 8 e tem vaga garantida para a semifinal - Equipe venceu a Poli no sábado (19) e segue para ...     21/08/2017   Projeto Agente Mirim de Trânsito atinge 300 alunos em escola de Divinópolis - O lançamento do projeto Agente Mirim de Trânsito, desenvolv...     21/08/2017   Obras de duplicação exigem sistema “Pare e Siga” na Rodovia Bauru Ipaussu - Intervenções acontecem na SP-225 João Baptista Cabral Rennó d...  
Translate to EnglishTraducir al EspañolÜbersetzung der Deutschen意大利語翻譯Traduit en FrançaisTraduci in Italiano

Clique para ampliar

08/05/2013

Marca americana de wi-fi aposta em mercado brasileiro

Tecnologia

Translate to EnglishTraducir al EspañolÜbersetzung der Deutschen意大利語翻譯Traduit en FrançaisTraduci in Italiano

Nota

?

0 votos

Maria Carolina De Ré

SÃO PAULO

A empresa norte-americana Aerohive chegou ao País no início do ano passado trazendo aparelhos e softwares de conexão wi-fi para empresas. Para expandir seu negócio em um território dominado pela Cisco, Ruckus e Aruba, a companhia escolheu duas estratégias peculiares. O foco em clientes do nordeste - fora do eixo Rio-São Paulo, que concentra os grandes consumidores de tecnologia da informação (TI) do Brasil, e o atendimento a clientes das áreas da saúde e educação, nichos que não são consumidores tradicionais de soluções de conexão wireless robustas.

"Entramos na Região Nordeste porque é um mercado pouco penetrado pelas empresas de tecnologia. O foco em educação tem relação com a experiência que temos nos Estado Unidos e Europa. Já as companhias da área da saúde têm se interessado por nossa solução porque cada vez mais precisam transmitir imagem em alta resolução", contou, em entrevista exclusiva ao DCI, Fernando Lobo, diretor da Aerohive na América Latina.

O executivo disse que a Aerohive pretende crescer 100% no Brasil na somatória dos doze meses de 2013. Falando sobre o desempenho global da companhia, ele explicou que a Aerohive cresceu em média 40% nos últimos anos e que, em 2012, faturou cerca de US$ 100 milhões no mundo.

Lobo ainda comentou que a Aerohive vive um ano peculiar porque estuda fazer uma oferta pública de ações (conhecido pelo termo em inglês IPO) em seu mercado de origem, os Estados Unidos.

Para o Brasil, os maiores objetivos do ano são consolidar a marca e aumentar presença no segmento de varejo que, segundo Lobo, pode se beneficiar dos parelhos e softwares desenvolvidos pela empresa.

"Nossas soluções são vendidas por parceiros como a Westcom e a Axyon. Temos cerca de 60 revendas acertadas no Brasil, mas 15 delas são realmente ativas. Queremos aumentar e qualificar as parcerias", contou o executivo.

Diferencial competitivo

A solução da Aerohive tem um preço em média 30% menor do que o dos concorrentes porque ela dispensa o uso de um ponto de acesso centralizador dos dados, afirmou Lobo. Ele contou que o preço dos aparelhos varia entre US$ 100 e US$ 1.000. "Claro que este custo muda quando pensamos nos impostos e na diferença do real ante ao dólar", explicou.

O executivo apontou que uma das últimas soluções lançadas no País faz o gerenciamento de dispositivos móveis e foi recentemente desenvolvida pela Aerohive e AirWatch. Esse aparelho tem ferramentas que podem facilitar os negócios de clientes varejistas.

"Nosso aparelho integra Pontos de Acesso com Inteligência wi-fi e fornece às empresas de varejo segurança, controle e visibilidade dos dispositivos móveis conectados a seu negócio, incluindo, tablets e smartphones de clientes nos pontos de venda. Assim, um supermercado pode saber, por exemplo, quantas vezes um cliente visita sua loja e, com estes dados, adotar estratégias de atendimento diferenciadas", exemplificou.

Falando sobre o modelo de negócio, explicou: "Vendemos solução de software como serviço. Nossos aparelhos captam a informação em qualquer ponto da rede e o custo é gerenciado pelo número de pontos de acesso".

Mercado

Fora os serviços oferecidos por empresas especializadas como a Aerohive, o Brasil ainda possui acesso pequeno de redes wireless gratuitas. Números divulgados pela consultoria Teleco em fevereiro deste ano, apontaram que no País, existem cerca de 4.035 pontos de acesso wi-fi gratuitos ativos. Na China e na Rússia, por exemplo, a cobertura, respectivamente, é de 102.260 e 14.674.

Mas, o pouco acesso não significa baixo interesse dos usuários neste tipo de conexão. Um estudo realizado pela Cisco no final do ano passado apontou que o wi-fi é a rede preferencial dos usuários para a conexão móvel à internet, mesmo daqueles que tem pacote de dados e acessam a rede através de smartphones.

A análise mostrou que os brasileiros ainda usam mais o wi-fi em casa, mas, os dispositivos estão cada dia mais conectados à Internet (basta verificar expectativa de alta expressiva da venda de tablets e smartphones). O estudo da Cisco destacou que os consumidores gostariam de ter acesso wi-fi em todos os locais que frequentam.

Fazendo um comparativo da rede wireless contra o acesso de dados via rede móvel celular (2G e 3G), o estudo mostrou que 71% dos consumidores pesquisados no Brasil disseram que o wi-fi oferece uma melhor velocidade de acesso. Além disso, 61% deles destacaram que a soma do custo e performance favorece as aplicações através do wi-fi. Já 53% dos entrevistados acreditavam que o acesso via wireless é mais confiável e fácil de usar.

O estudo da Cisco, chamado "O que os consumidores querem do Wi-Fi" contou com a participação de 650 consumidores a partir de 18 anos, consultados para traçar o comportamento, necessidades e interesse dos usuários, assim como as oportunidades deste mercado no País.

 

Por DCI - São Paulo/SP - Maria Carolina De Ré

 

Qual a sua avaliação?

0 Comentários - Faça o seu comentário

Voltar

Compartilhar

Clique para ampliar

Leia Também

Samsung patenteia bafômetro integrado a smartphone

Librelato lança super rodotrem canavieiro na Fenasucro

MAN Latin America leva para Confenar o primeiro caminhão leve automatizado

Tecnologia estimula uso de transporte público e reduz congestionamento

Mini escavadeiras da YANMAR surpreendem pela economia de combustível

Bloqueio parcial na BR 386 prejudica mobilidade e provoca reclamações

Começa a dragagem do rio Madeira

Denatran regulamenta emissão da CNH eletrônica

Investimento federal em rodovias não chega a 0,5% do PIB

ANTT altera cronograma de instalação da tag eletrônica nos caminhões

Mais...

 

Este site possui suporte ao formato RSS



Notícias em Tempo Real

   

Google
Pesquisa personalizada

       

 Powered by CIS Manager - Desenvolvido por Construtiva

Intelog - Inteligência em Gestão Logística